Privacidade em tempos tecnológicos não é algo exatamente comum, já que cada vez mais sabemos que nossas informações pessoais podem ficar expostas com alguns erros e falhas de sistemas, sejam em smartphones, computadores ou em contas variadas que utilizamos na internet. Com o SO Android infelizmente não é diferente.  

De acordo com as normas do Android, ao utilizar o aplicativo da câmera no smartphone é obrigatório que o software seja exibido no visor do celular, ou seja, que você veja as imagens que podem ser capturadas e que ele está devidamente acionado. Por outro lado, existem aplicativos e serviços no Android que podem ser executados sem aparecer no primeiro ou no segundo plano, sem que o usuário esteja completamente ciente de que eles estão rodando automaticamente.

Fotos e vídeos registrados sem você permitir

Sabendo disso, o estudante de Ciências da Computação e ex-engenheiro da Google, Szymon Sidor, resolveu testar até que ponto o Android consegue capturar fotografias e registrar vídeos sem que o dono do aparelho esteja ciente do fato. Para sua surpresa, os resultados dos testes revelaram um erro bastante grave, que pode fazer com que imagens e filmagens sejam feitas no celular de modo silencioso e sem notificar o dono do dispositivo, enviando os respectivos arquivos para um servidor externo.

O impressionante é que os dados ainda são registrados mesmo quando o visor do celular é desligado. Para comprovar esse conceito e divulgar o erro ao público, o próprio Sidor desenvolveu um app capaz de tirar proveito do bug e registrar imagens de modo escondido. O resultado do experimento, você pode conferir no vídeo abaixo:

Além dos arquivos que podem ser enviados, outras informações puderam ser obtidas pelo aplicativo criado pelo estudante (instalado em um Nexus 5), como nível de bateria, nome do dispositivo, localização do usuário, data da última imagem enviada, entre outros dados. Segundo o que podemos observar no vídeo, realmente não há qualquer indício de que um app está rodando no aparelho.

Brechas que permitem ação de apps maliciosos

A possíveil causa do erro é o fato de que os apps exigem um tamanho específico para que apareçam no visor do celular. Contudo, esse tamanho não é muito bem delimitado, sendo que telas de pré-visualização de somente um pixel podem ser criadas (e você obviamente não verá isso rodando no smartphone). Se esse for realmente o erro em questão, será supostamente fácil solucionar o bug ao delimitar melhor essas normas.

De qualquer modo, é sempre bom ficar atento aos aplicativos que são instalados em seus aparelhos, se eles são confiáveis e se são de desenvolvedores já conhecidos – o melhor jeito de se prevenir é instalar softwares 100% confiáveis. Nós já publicamos dois artigos aqui no TecMundo que podem ajudar você a se prevenir em relação aos apps maliciosos. Clique aqui para saber sobre nove softwares que garantem a segurança do seu Android e aqui para saber como proteger os seus aplicativos de bisbilhoteiros.

Cupons de desconto TecMundo: