(Fonte da imagem: Divulgação/Huawei)
Recentemente, um relatório do comitê de inteligência do congresso dos Estados Unidos emitiu fortes recomendações às empresas de tecnologia do país a evitarem as fabricantes chinesas Huawei e ZTE, acusadas de estarem trabalhando juntamente com o governo chinês para espionar as empresas do país.

Em nota, a Huawei se defendeu das acusações, afirmando ter cooperado com o comitê de inteligência de maneira aberta e transparente, inclusive abrindo as suas portas, em Shenzhen, para que os investigadores do comitê pudessem realizar o seu trabalho. Por fim, a Huawei concluiu dizendo que “apesar de seus esforços, o comitê parece ter chegada a uma conclusão que já estava pré-determinada”.

A Huawei enfrentou problemas semelhantes com outros governos ao redor do mundo, incluindo o da Austrália – país no qual a empresa foi proibida de vender seus equipamentos de rede. Se isso não era suficiente para atrapalhar a entrada da Huawei no mercado americano, a decisão do congresso certamente deve complicar ainda mais a situação da companhia chinesa.

Fonte: The Verge

Cupons de desconto TecMundo: