(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

Um relatório desenvolvido pelo comitê de inteligência do congresso dos EUA considera a Huawei e a ZTE possíveis ameaças à segurança do país norte-americano. A conclusão é fruto de uma investigação de 11 meses que acusa as fabricantes de estarem trabalhando junto ao governo chinês com objetivos que não se relacionam somente ao campo comercial.

Ambas as empresas se pronunciaram afirmando que tais afirmações estão sendo feitas sem nenhuma base sólida. “Informações sem base afirmando que a Huawei de alguma forma é especialmente vulnerável a ataques cibernéticos ignoram realidades técnicas e comerciais, ameaçam trabalhos e a inovação e nada fazem para proteger a segurança nacional, servindo como uma distração política perigosa”, afirmou o porta-voz da Huawei, William Plummer.

A ZTE afirmou em um comunicado que “discorda profundamente” das alegações, afirmando que ela não deve se tornar o único foco de uma investigação que ignoraria empresas ocidentais muito maiores do que ela. Os responsáveis pelo relatório chegam até mesmo a sugerir que as duas organizações deveriam ser expulsas dos EUA, já que o risco de elas estarem realizando alguma espécie de espionagem compensaria o número de trabalhos que seriam perdidos no país.

Fonte: Reuters

Cupons de desconto TecMundo: