Tentativas de roubo de senhas de pequenas empresas crescem 143% no Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Tentativas de roubo de senhas de pequenas empresas crescem 143% no Brasil
Imagem: Kaspersky

A Kaspersky divulgou mais um de seus relatórios de pesquisa em segurança virtual nessa semana, mostrando um crescimento considerável nos ataques que pequenas e médias empresas (PMEs) sofrem no Brasil. As tentativas de roubo de senha foram as que mais aumentaram, crescendo 143% ao longo do último ano no país.

As informações são relativas ao número de bloqueios de cada tipo de ataque que os softwares de segurança relatam para a Kaspersky. Segundo a companhia, foi o Trojan-PSW (password stealing ware) que apresentou esse crescimento de mais de o dobro do ano passado para cá. Isso coloca o Brasil em segundo lugar no maior número de ataques desse tipo, atrás apenas do México.

Brasil lidera ranking de ataques virtuais a PMEs na América Latina.Brasil lidera ranking de ataques virtuais a PMEs na América Latina.Fonte:  Kaspersky 

Outros dois tipos de ataques contra PMEs que também cresceram por aqui foram a contaminação pela internet e os ataques de força bruta ao acesso remoto das redes das empresas. O primeiro se refere à contaminação de sites grandes e populares com softwares maliciosos, que infectam os computadores ao acessá-los a fim de dar acesso às informações do dispositivo. Foram registrados 2,6 milhões de bloqueios desse tipo no Brasil de janeiro a abril de 2022, colocando o país como o primeiro colocado no ranking da América Latina para esse tipo de ataque.

Os ataques de força bruta ao controle remoto do desktop são programas que ficam testando senhas automaticamente até conseguir invadir a rede de uma empresa. O acesso remoto se popularizou com o número de pessoas trabalhando de casa, então esse tipo de ataque cresceu muito. Foram 20 milhões de tentativas registradas no período, segundo a Kaspersky, colocando o Brasil não somente no topo do ranking dos países que mais sofrem com esse tipo de ataque, mas uma liderança distante, com quatro vezes mais tentativas que o segundo lugar, que é a Colômbia.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.