Spyware Pegasus está sendo usado contra oposição na Polônia

1 min de leitura
Imagem de: Spyware Pegasus está sendo usado contra oposição na Polônia
Imagem: Jonas Leupe/Unsplash
Avatar do autor

Diversos grupos de oposição política na Polônia afirmam estarem sendo afetados pelo spyware Pegasus. O problema foi descoberto pelo grupo de pesquisa Citizen Lab, cuja sede se localiza na Universidade de Toronto e cujos trabalhos envolvem o Pegasus.

O caso que mais trouxe alarde foi o do senador Krzysztof Brejza, líder do partido de oposição polonês Plataforma Cívica. Krzysztof teve seu celular comprometido 33 vezes durante os seis meses anteriores à eleição de 2019. Anteriormente, o grupo de pesquisa também encontrou evidências de uso do Pegasus na morte de Jamal Khashoggi e contra outros jornalistas.

O grupo de pesquisa The Citizen Lab encontrou evidências de uso de espião contra a oposição política na Polônia.O grupo de pesquisa The Citizen Lab encontrou evidências de uso de espião contra a oposição política na Polônia.Fonte:  Divulgação/The Citizen Lab 

O Citizen Lab também encontrou evidências do spyware Pegasus sendo utilizado contra um advogado que representa grupos de oposição poloneses e um promotor envolvido em um caso contra o partido do governo atual. Questionado a respeito dos acontecimentos, o governo polonês negou estar usando qualquer tipo de spyware, seja para coleta de inteligência ou vigilância.

"Eu definitivamente confio nos serviços poloneses e no que eles dizem, e os serviços dizem claramente que o sistema Pegasus não é usado pelos serviços poloneses. Não é usado para seguir ou investigar ninguém em nosso país", disse o vice-ministro da Defesa, Wojciech Skurkiewicz.