Polícia identifica quadrilha que aplicava 'golpe do motoboy'

1 min de leitura
Imagem de: Polícia identifica quadrilha que aplicava 'golpe do motoboy'
Imagem: PxHere
Avatar do autor

Nessa quinta-feira (11), a Polícia Civil de Santa Catarina identificou uma organização criminosa responsável pelo "golpe do motoboy", que agiu, principalmente, em Florianópolis e Balneário Camboriú. Formada por estelionatários, os jovens de classe média faziam suas vítimas acreditarem estar devolvendo os cartões bancários para um motoboy enviado pela instituição bancária.

Os criminosos tinham como foco o público idoso e agiam por meio de telefonemas, onde uma mulher se passava por funcionária do banco correspondente entrando em contato, informando que os cartões de crédito haviam sido clonados. Durante a ligação, era avisado que um motoboy seria enviado na casa da vítima para coletá-los. Após a retirada dos cartões, o grupo realizava diversas compras em estabelecimentos ou em máquinas de cartão próprias.

Segundo dados da investigação, um dos integrantes da organização chegou a movimentar, somente em dois meses, mais de R$ 2 milhões em uma das diversas contas que possui. Os autores estão foragidos.

(Fonte: O Globo/Reprodução)(Fonte: O Globo/Reprodução)Fonte:  O Globo 

A investigação foi iniciada dezembro de 2020, após um homem ter sido preso em flagrante em um edifício de luxo, em Florianópolis. Segundo os responsáveis pela operação, se tratava de um dos coletores de cartão da organização criminosa.

A partir desta prisão e após meses de diligências, os principais membros foram identificados e foi possível realizar prisões preventivas, bloqueio de ativos financeiros e outras medidas deferidas pelo Poder Judiciário.

Fontes