Gamificação e mais 3 formas de melhorar a cibersegurança de sua empresa

3 min de leitura
Patrocinado
Imagem de: Gamificação e mais 3 formas de melhorar a cibersegurança de sua empresa
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

Muitos acontecimentos impactaram significativamente as empresas nos últimos meses. Além da pandemia, que pode ter prejudicado bastante os negócios, várias companhias precisaram permitir que seus colaboradores realizassem suas atividades de casa. Nesse contexto, foi necessário mudar muitas práticas para se adaptar à nova rotina, e um aspecto pode ter sido deixado de lado, o que é muito preocupante: segurança digital.

Cibersegurança é um assunto que exige a máxima atenção das companhias, afinal muitas dependem de dados online e serviços realizados na internet. Por isso, é um erro muito grande não investir em segurança digital.

1. Eduque seus colaboradores quanto às ameaças digitais

Um dos métodos mais usados pelos cibercriminosos para conseguir informações privilegiadas das empresas (senhas, contas, acessos etc.) é a engenharia social. Esse termo, aparentemente complexo, nada mais é do que explorar a ingenuidade de colaboradores que talvez não estejam cientes do perigo de compartilhar dados sigilosos.

Um criminoso liga para uma empresa e diz fazer parte do banco onde a companhia tem conta. Ele pede informações confidenciais e, para não levantar suspeitas, mente dizendo que já conversou com os superiores e já foi aprovado o compartilhamento desses dados. Por medo de represália, o colaborador desinformado fornece o que o criminoso pediu e o estrago está feito.

É lógico que a estratégia pode variar bastante e os cibercriminosos podem usar outros métodos criativos para conseguirem o que querem. Mas como se precaver desse tipo de armadilha? É aí que entra a educação dos colaboradores.

Se você não sabe por onde começar, a Hacker Rangers é uma plataforma que promove cultura de cibersegurança corporativa com gamificação para tornar o processo mais atraente e eficiente. Melhor que longas palestras desinteressantes ou cartilhas sem graça, esse método ajuda a criar uma empresa mais segura de forma divertida.

2. Mantenha hardware e software atualizados

Um problema grave para a segurança digital nas empresas são softwares e hardwares desatualizados. Ao não dar atenção para esse aspecto, as companhias deixam brechas abertas para que os cibercriminosos possam explorar vulnerabilidades criadas por esses programas ou equipamentos defasados.

Uma implementação simples dessa dica é criar uma política constante de atualização de hardware e software. Isso inclui updates do sistema operacional, programas usados na produção, base de dados dos antivírus e a troca de componentes muito antigos, como processadores, placas de rede e até computadores inteiros.

Ao fazer isso, a empresa também está colaborando para elevar o nível de produtividade dos empregados. Usar um computador com peças e softwares atualizados é muito mais fácil do que utilizar um PC antigo, lento e ultrapassado. Os colaboradores também se sentem mais motivados, o que aumenta ainda mais a sua vontade de trabalhar.

3. Promova o aprendizado contínuo

É muito importante que os colaboradores sejam ensinados a aprender constantemente.Divulgação
É muito importante que os colaboradores sejam ensinados a aprender constantemente.

Mais do que simplesmente oferecer um treinamento específico, trazer um palestrante para falar sobre o tema ou distribuir uma cartilha com dicas, é importante promover uma cultura de aprendizado contínuo sobre a segurança digital para trazer melhores resultados.

Uma das formas de proporcionar isso é a gamificação, e a Hacker Rangers é a primeira empresa a trazer esse processo para ensinar cibersegurança nas organizações. Por meio de uma plataforma online que incentiva o crescimento e a evolução (como em um jogo), os colaboradores estarão em constante evolução para elevar os níveis de segurança corporativa.

A empresa oferece até um jogo de tabuleiro para ensinar conceitos importantes de segurança digital.

4. Garanta que o backup esteja em dia

Uma política de backups pode evitar muitos problemas.
Uma política de backups pode evitar muitos problemas.

Nos últimos anos, um dos principais ataques dos cibercriminosos às empresas é o que costumamos chamar de sequestro de dados, quando o criminoso bloqueia o acesso às informações e aos dispositivos, exigindo o pagamento de um "resgate" para liberar – o que pode não acontecer mesmo depois do pagamento.

Para evitar isso – além de seguir as outras dicas mencionadas acima –, é preciso garantir que exista um processo de backup dos dados essenciais da empresa, pois assim a empresa também se protege de outros incidentes, como falha em discos, erros humanos, problemas elétricos e até desastres naturais.

Se você ainda não tem uma política de backup, comece a implementar agora mesmo. Se possível, opte por backups automáticos para manter a salvo os dados da sua empresa, e dê preferência para as informações sigilosas e sensíveis do seu negócio.

******

O assunto cibersegurança desperta seu interesse? Quer saber como implementar uma cultura voltada para a segurança digital em sua empresa? Entre em contato com a Hacker Rangers e descubra como a gamificação pode ajudar em sua organização.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.