Startup brasileira lança pagamento via reconhecimento facial

1 min de leitura
Imagem de: Startup brasileira lança pagamento via reconhecimento facial
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

Pagar compras em uma loja sem precisar tirar a carteira do bolso, bastando ter o rosto reconhecido pelas câmeras do estabelecimento comercial. Essa é a proposta de um novo sistema de pagamentos instantâneos lançado pela startup brasileira Unike.

Batizada de unike.PAY, a solução funciona de maneira integrada às carteiras digitais, permitindo ao usuário autorizar o pagamento via reconhecimento facial por câmeras de monitoramento ou fazendo uma selfie no celular. A novidade substitui a utilização de cartões físicos e o escaneamento de QR Code, ajudando a evitar filas.

Segundo a empresa, o consumidor cadastrado no serviço não precisa olhar para as câmeras do circuito fechado da loja ou as lentes do smartphone para ser reconhecido, pois o sistema utiliza um processo conhecido como biometria passiva. É só entrar no ambiente monitorado e, posteriormente, autorizar o pagamento no celular.

Tela visualizada pelos usuários.Tela visualizada pelos usuários.Fonte:  Mobile Time/Reprodução 

Ainda de acordo com a Unike, o usuário precisa fazer um cadastro do rosto na ferramenta e associar um cartão pré-pago com créditos à sua conta para o consumo no local. A startup também afirma que a solução foi desenvolvida respeitando as determinações da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Parque aquático e cafeteria já usam o sistema

No momento, duas empresas utilizam o unike.PAY, um parque aquático e uma cafeteria, cujos nomes não foram divulgados. No parque, os clientes têm o rosto reconhecido ao se aproximarem do balcão da lanchonete. A câmera do local envia os dados para o tablet do atendente, que verifica se o usuário foi devidamente reconhecido.

Em seguida, o sistema cruza as informações da biometria facial com os dados do Wi-Fi do celular do consumidor, por meio da tecnologia de posicionamento indoor, como um segundo fator de autenticação. Depois disso, o atendente confirma se o usuário é a mesma pessoa cadastrada na ferramenta para que o valor seja debitado no cartão.

A solução também pode ser usada para o controle de acesso a locais e eventos, segundo a startup.

Startup brasileira lança pagamento via reconhecimento facial