Novo golpe do FGTS no WhatsApp já fez mais de 100 mil vítimas

1 min de leitura
Imagem de: Novo golpe do FGTS no WhatsApp já fez mais de 100 mil vítimas
Imagem: Caixa/Reprodução
Avatar do autor

Um novo golpe que está circulando no WhatsApp e utilizando o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como isca atingiu mais de 100 mil pessoas até a última quarta-feira (1º). O alerta foi dado pelo dfnr lab, laboratório especializado em segurança digital da Psafe.

Segundo a empresa, os golpistas estão oferecendo uma suposta garantia de que o saque do valor de R$ 1.045 seria liberado. Para tanto, eles enviam um link malicioso à vítima e solicitam os dados pessoais dela. Ao clicar no link recebido via WhatsApp, o usuário é direcionado a um site falso, para digitar as informações.

A página simula o layout do Facebook, incluindo comentários que seriam do perfil oficial da Caixa, trazendo orientações sobre como obter o FGTS emergencial. E para finalizar o pedido, os cibercriminosos exigem o compartilhamento do link malicioso com outras pessoas, pelo mensageiro.

A página falsa traz imagens da Caixa e comentários de um perfil supostamente verdadeiro.A página falsa traz imagens da Caixa e comentários de um perfil supostamente verdadeiro.Fonte:  Psafe/Reprodução 

Esta estratégia de phishing é a mesma adotada em outros golpes, como o que prometia o cadastro no auxílio emergencial do governo. Os riscos incluem o roubo de dados pessoais e a possibilidade de uso deles para abrir contas em bancos e assinar serviços online, conforme alerta o diretor do dfnr lab Emilio Simoni.

Dicas para se proteger

Para não cair em golpes no WhatsApp como este, desconfie sempre dos links compartilhados pelo app e nas redes sociais. Fique ainda mais alerta com as mensagens que prometem facilitar acesso a benefícios e programas do governo. Na dúvida, procure as fontes oficiais para confirmar a veracidade.

Tenha cuidado também com os seus dados pessoais, evitando fornecê-los a sites suspeitos, e não compartilhe este tipo de mensagem com outras pessoas — ao enviá-las, você contribui com a disseminação do golpe.

Usar soluções de segurança no celular também é indicado, aumentando a proteção dos seus dados.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Novo golpe do FGTS no WhatsApp já fez mais de 100 mil vítimas