PGR decide hoje se vai investigar Anonymous por exposição de Bolsonaro

1 min de leitura
Imagem de: PGR decide hoje se vai investigar Anonymous por exposição de Bolsonaro
Imagem: blconsultoriadigital
Avatar do autor

A Procuradoria-Geral da República (PGR) decide hoje (02) se vai ou não iniciar uma investigação contra a célula brasileira do grupo hacker Anonymous, que começou a divulgar ontem (01) dados pessoais do Presidente Jair Bolsonaro, de seus familiares e de integrantes do governo.

O órgão, contudo, não deu detalhes sobre as bases para a possível investigação, tampouco como pretende encontrar os responsáveis. 

Até o momento, foram disponibilizadas informações pessoais de Jair Bolsonaro (sem partido), Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), Douglas Garcia (deputado estadual — PSL), Abraham Weintraub (ministro da Educação), Daniela Weintraub (esposa de Weintraub), Damares Alves (ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) e Luciano Hang (cofundador da Havan).

Hang, inclusive, já é investigado no Supremo Tribunal Federal (STF) por suspeita de financiar a rede de fake news conhecida como Gabinete do Ódio.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
PGR decide hoje se vai investigar Anonymous por exposição de Bolsonaro