Anonymous ameaça vazar crimes da polícia em todo o mundo

2 min de leitura
Imagem de: Anonymous ameaça vazar crimes da polícia em todo o mundo
Imagem: https://pixabay.com/pt/photos/an%C3%B4nimo-hacktivista-hacker-internet-2755365/
Avatar do autor

Em sua conta oficial no Twitter, o grupo hacker Anonymous resolveu se pronunciar em relação aos protestos ocorridos em algumas cidades do mundo, devido a um policial branco ter assassinado um cidadão afro-americano de 46 anos, chamado George Floyd. A justiça dos EUA disse que Floyd não morreu por asfixia, como se supunha. Mas a forma como foi violentado pelo policial contribuiu para sua morte, já que o homem tinha problemas de saúde.

O pronunciamento...

No domingo (31), pela manhã, o Anonymous publicou um vídeo se dirigindo à polícia americana, ameaçando expor “muitos crimes” cometidos pela polícia em todo o mundo. O grupo disse estar cansado “da corrupção e da violência de uma organização que promete manter as pessoas seguras".

Eles ainda afirmaram que policiais que cometem crimes precisam ser tratados como criminosos comuns, ser julgados e punidos, a fim de que os agentes da justiça não pensem ter licença para agir do jeito que quiser.

Em parte do vídeo, o grupo fez a seguinte alegação: “Você vai dizer que este é apenas o trabalho de algumas maçãs podres, mas o que falar de oficiais que não fazem nada enquanto cometem ofensas contra as pessoas que encontram? E os departamentos de polícia que se recusam a processar esses criminosos como se fossem um dos cidadãos que eles juraram proteger? Após os eventos dos últimos anos, muitas pessoas agora estão começando a aprender que vocês não estão aqui para nos salvar, mas sim para nos oprimir e realizar a vontade da classe dominante criminal".

O grupo finalizou o vídeo dizendo que, apesar de Derek Chauvin, policial acusado pelo assassinato de Floyd, já estar preso e ter de responder pelo crime, eles não acreditam na forma como a justiça será feita em relação ao caso. No entanto, eles vão continuar expondo as irregularidades da organização para todo o mundo.

Na cola de Trump e Bolsonaro

Em relação ao tuíte do presidente Donald Trump, que sugeriu criminalizar movimentos antifascistas (ANTIFA) – que estariam por traz dos protestos nos EUA –, o Anonymous disse ter provas de que Jeffrey Epstein foi assassinado para encobrir uma história de tráfico e estupro de menores. Trump estaria sendo chantageado por hackers russos, por possível envolvimento com os crimes citados.

O grupo também se dirigiu ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), alertando que ele deveria ser investigado quanto ao envolvimento “o traficante e estuprador de crianças John Casablancas, um associado próximo de Trump, que atuou como elo para os negócios no Brasil sob algum cargo obscuro e indefinido".

O TecMundo reprova qualquer ato de racismo e simpatiza com as causas que lutam pela igualdade de direitos para cidadãos negros, LGBTQ+, mulheres e outras minorias. Como veículo de comunicação, entendemos que é nosso dever dar visibilidade, dentro do nosso escopo editorial, a parcelas da população que, mesmo em 2020, precisam se expor e se posicionar pelo simples direito à sobrevivência. Na NZN, nossa empresa-mãe, diversidade é um dos valores institucionais, e acreditamos que é através disso que conseguimos cultivar a criatividade. A diferença deve nos unir, jamais nos separar. Vidas negras importam.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Anonymous ameaça vazar crimes da polícia em todo o mundo