Como se prevenir de ciberataques em casa e no trabalho em 2020

2 min de leitura
Imagem de: Como se prevenir de ciberataques em casa e no trabalho em 2020
Avatar do autor

O ano de 2019 foi marcado por diversos ataques de hackers a celulares pessoais de autoridades do governo. Esses ocorridos acabaram originando a formulação de um decreto que promove a segurança digital no país. Em 5 de fevereiro, o governo federal publicou o Decreto n. 10.222, que aprovou a Estratégia Nacional de Segurança Cibernética para o Brasil.

De acordo com o texto oficial, "caberá aos órgãos e entidades da administração pública federal, no âmbito de suas competências, as gestões que possibilitem a implementação das ações estratégicas previstas na E-Ciber [a estratégia da política de cibersegurança nacional]".

Segundo o Centro de Tratamento e Resposta a Incidentes Cibernéticos de Governo (CTIR-Gov), órgão vinculado ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI), foram 19.150 registros de notificações de ataques cibernéticos no ano passado. Isso significa aumento de quase 4 mil casos em relação a 2018.

10 passos para implementar a estratégia e se proteger de hackers

Segundo o texto do Decreto n. 10.222, dez passos precisam ser seguidos para que a segurança cibernética no país possa ser aprimorada e os ataques hackers se tornem menos frequentes:

  1. Fortalecer as ações de governança cibernética.
  2. Estabelecer um modelo centralizado de governança no âmbito nacional.
  3. Promover um ambiente colaborativo, participativo, confiável e seguro, envolvendo setor público, setor privado e sociedade.
  4. Elevar o nível de proteção do governo.
  5. Elevar o nível de proteção das infraestruturas críticas nacionais.
  6. Aprimorar o arcabouço legal sobre segurança cibernética.
  7. Incentivar a concepção de soluções inovadoras em segurança cibernética.
  8. Ampliar a cooperação internacional do Brasil em segurança cibernética.
  9. Ampliar a parceria, em segurança cibernética, entre setor público, setor privado, academia e sociedade.
  10. Elevar o nível de maturidade da sociedade em segurança cibernética.

Alguns pontos são fáceis de implementar, mas outros demandam uma grande mudança na forma como lidamos com a tecnologia e ataques de hackers. Porém, para se adaptar a um mundo em que ataques cibernéticos são constantes, será necessário colocar essas indicações em prática.

Dicas de como se prevenir de ataques de hackers

Diante desse cenário nada favorável para a segurança digital, a The Computing Technology Industry Association (CompTIA), principal associação da indústria de tecnologia no mundo, e líderes do setor, além da comunidade empresarial brasileira, decidiram formar o Conselho Empresarial de Segurança Cibernética da CompTIA no Brasil (CSEC), que visa trazer melhorias no segmento.

O primeiro esforço desse conselho foi listar algumas medidas práticas que podem (e devem) ser adotadas para reforçar a segurança em casa e no ambiente corporativo:

  • use antivírus não apenas no computador mas também no celular e no tablet;
  • faça backup de informações importantes e de tudo o que quiser guardar;
  • mantenha o sistema operacional do seu smartphone sempre atualizado, assim como todos os aplicativos;
  • tenha cuidado ao abrir links e emails de contatos que você não conhece;
  • utilize senhas fortes, com combinações alfanuméricas e símbolos especiais;
  • não use a mesma senha para diferentes contas e evite deixá-las anotadas em post-its ou arquivos em seu computador; para isso existem gerenciadores de senhas, inclusive gratuitos;
  • tome cuidado com pontos de acesso WiFi gratuitos e evite-os especialmente para acessar internet banking ou outros dados sigilosos;
  • lembre-se de restaurar as configurações de fábrica do seu dispositivo antes de descartá-lo;
  • contrate suporte certificado.

Se implementadas, essas dicas podem ser grandes aliadas na busca por maior segurança no ambiente digital e podem ajudar a manter a privacidade dos dados.

De acordo com Leonard Wadewitz, diretor de desenvolvimento de negócios da CompTIA na América do Sul e no Caribe, outras áreas da tecnologia podem favorecer a segurança digital de modo geral: "Produtos modernos, como maior criptografia de dados, dispositivos que utilizam IoT e até mesmo avanços na área de Inteligência Artificial (IA) também podem permitir que equipes tenham eficiência nessa tarefa, servindo como uma boa solução tecnológica, desde que utilizados com atenção e segurança".

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Como se prevenir de ciberataques em casa e no trabalho em 2020