Desative o pagamento por aproximação NFC se for pular Carnaval

2 min de leitura
Imagem de: Desative o pagamento por aproximação NFC se for pular Carnaval
Avatar do autor

O método de pagamento por aproximação é uma verdadeira mão na roda: é possível aprovar uma compra sem inserir o cartão na maquininha e, dependendo do valor e da operadora, não é necessário nem mesmo digitar a senha. Contudo, essa facilidade tem um preço, e o maior é o risco de cair em golpes e ser vítima de fraudes que se aproveitam exatamente dessa funcionalidade.

Desde a popularização desse serviço, casos de roubo e golpes têm se tornado comuns e tendem a ser um problema ainda maior durante grandes eventos, como Ano-Novo e nas Festas de Carnaval. Nesses períodos, há uma grande concentração de pessoas em muitos lugares, e os bandidos aproveitam para aplicar as fraudes.

Como funciona o pagamento por aproximação?

O pagamento por aproximação utiliza a tecnologia NFC (Near Field Communication). Em português, a tecnologia pode ser traduzida para comunicação de campo próximo e faz referência ao método usado para efetivar as transações realizadas com cartão de crédito, celular e relógios inteligentes.

Esse método geralmente está limitado a valores baixos; algumas empresas adotam o limite de R$ 50, a partir do qual é necessário inserir a senha para que a compra seja aprovada. Essa é uma forma de proteger os consumidores, já que quantias maiores poderiam ser usadas para aplicar golpes ainda piores.

Como funcionam os golpes?

Como tudo o que precisa ser feito para aprovar uma compra é aproximar o cartão, celular ou relógio de uma máquina, os bandidos estão fazendo exatamente isso. Usando uma maquininha com essa tecnologia, de forma muito sutil, ele efetivam a transação aproximando o dispositivo do celular, cartão ou do relógio da vítima.

Esse até poderia não ser um problema tão grave se os valores das operações realizadas fossem baixos. Mas, como os bandidos já descobriram uma forma de burlar os limites e aprovar pagamentos de valores mais altos, a situação começa a tomar proporções perigosas, especialmente por conta da facilidade de finalizar as transações.

Como se proteger?

A forma mais fácil de se proteger é bem simples: desativar a funcionalidade de pagamento por NFC. Perde-se a praticidade desse método, mas garante-se a segurança de que esse tipo de fraude não vai acontecer. Essa pode até não ser a solução ideal, mas é a mais fácil de implementar e que não causa nenhum prejuízo aos consumidores.

Existe outra forma interessante de se proteger desse problema: a carteira blindada. Esse acessório armazena os cartões dentro de uma espécie de gaiola de metal, impedindo que a comunicação NFC seja realizada enquanto o cartão estiver dentro dela. Dessa forma, não é preciso desativar o pagamento por aproximação.

Entretanto, mesmo a utilização da carteira blindada não exclui a necessidade de tomar cuidados, especialmente em épocas festivas, quando é comum o aumento da ocorrência de roubos, o que exige atenção e responsabilidade por parte dos consumidores.

Desative o pagamento por aproximação NFC se for pular Carnaval