Amazon demite funcionários por vazar dados de clientes para terceiros

1 min de leitura
Imagem de: Amazon demite funcionários por vazar dados de clientes para terceiros
Avatar do autor

A Amazon confirmou ao site TechCrunch que demitiu alguns de seus funcionários que compartilharam informações de clientes com empresas parceiras terceirizadas. A prática foi considerada uma "violação das políticas".

Os dados enviados incluíam endereços de email e números de telefone. Inicialmente, a página obteve uma captura de tela de um email enviado pela própria Amazon aos usuários que tiveram as informações enviadas. A mensagem avisa sobre a falha de segurança e garante que o funcionário responsável foi demitido, além de tranquilizar a pessoa de que "nenhuma outra informação relacionada com a conta foi compartilhada".

O email do serviço de atendimento ao consumidor para os usuários com dados vazados. (Fonte da imagem: Reprodução/TechCrunch)

Em seguida, um porta-voz da empresa confirmou a veracidade do email. Não há detalhes sobre quantas pessoas foram afetadas, a quantidade de funcionários desligados e nem quais foram as companhias parceiras que receberam acesso a esses dados.

Virou rotina?

Esse não é um caso isolado da empresa tendo problemas com falta de privacidade. Recentemente, foi confirmada a demissão de alguns funcionários da Ring, a fabricante de câmeras de segurança que pertence à gigante. O motivo? Eles teriam acessado o conteúdo de vídeos do circuito interno de usuários sem autorização para isso.

Amazon demite funcionários por vazar dados de clientes para terceiros