Spyware Pegasus consegue espionar nuvem da Google e Apple, diz NSO

1 min de leitura
Imagem de: Spyware Pegasus consegue espionar nuvem da Google e Apple, diz NSO
Avatar do autor

O NSO Group, de Israel, afirmou que seu spyware Pegasus tem a capacidade de roubar dados em nuvens de empresas como Google, Amazon, Apple, Facebook e Big Tech. O Pegasus ressurgiu no começo deste ano quando foi descoberta sua atuação para explorar um bug do WhatsApp e ser instalado em celulares.

De acordo com o Financial Times, o NSO Group voltou ao mercado para vender seus produtos e afirma, categoricamente, que possui a chave para acessar a nuvem de grandes empresas de tecnologia — isso seria possível ao copiar chaves de autenticação de celulares infectados.

O Pegasus, inicialmente, foi desenvolvido para autoridades governamentais explorarem aparelhos de suspeitos sobre terrorismo e outros crimes. Porém, ele já foi encontrado como agente espião em smartphones de ativistas e jornalistas.

  • Veja abaixo um infográfico de como o Pegasus atua:

pegasusPegasus

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Spyware Pegasus consegue espionar nuvem da Google e Apple, diz NSO