Receptor USB sem fio da Logitech pode abrir brecha para hackers

1 min de leitura
Imagem de: Receptor USB sem fio da Logitech pode abrir brecha para hackers
Avatar do autor

O receptor USB Unifying da Logitech é um dispositivo sem fio que serve para conectar até seis teclados e mouses em um mesmo laptop ou computador. Apesar de prático, ele carrega uma vulnerabilidade: pode permitir que hackers não apenas invadam uma máquina mas também rastreiem suas atividades de mouse e teclado, coletando dados livremente.

Nada de novo

Essa falha não é recente. Em 2016, a equipe técnica da Bastille, uma empresa de segurança de Internet das Coisas, detectou que teclados e mouses que não utilizam Bluetooth podem ser interceptados por sinal de rádio e controlados remotamente. Essas práticas são conhecidas como MouseJack, quando a invasão ocorre através de um mouse wireless, e Keystroke, quando ocorre via teclado.

(Fonte: Logitech/Divulgação)

Isso significa que os hardwares que usam o USB Unifying da Logitech podem estar vulneráveis a esses ataques. Ainda em 2016, a empresa admitiu a falha e disponibilizou em seu site oficial uma atualização de firmware que deveria solucionar o problema. Contudo, as unidades do dongle que estavam à venda na época nunca foram retiradas do mercado, ou seja, ao longo desses anos, diversas pessoas continuaram adquirindo dispositivos que poderia colocá-las em risco.

A solução

Se você é um usuário dos teclados e mouses sem fio da Logitech, baixe e instale o quanto antes a atualização de firmware para se proteger. Tanto a versão para Mac quanto para Windows estão disponíveis no site da empresa, além de uma atualização separada para o mouse gamer G900.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Receptor USB sem fio da Logitech pode abrir brecha para hackers