Imagem de: Polícia Federal combate grupo que desvia cartões de crédito nos Correios

Polícia Federal combate grupo que desvia cartões de crédito nos Correios

1 min de leitura
Avatar do autor

Em dezembro de 2017, o TecMundo publicou uma reportagem detalhando supostos desvios de cartões de crédito que aconteciam nos Correios — e também como eles eram vendidos em grupos de WhatsApp e Telegram posteriormente. Hoje (03), a Polícia Federal deflagrou a Operação Passando a Limpo, que visa combater exatamente este desvio.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão, por meio de 10 policiais federais, na residência de um investigado, no bairro do Bessa, nesta capital. A ordem foi expedida pela 16ª Vara Federal em João Pessoa/PB.

Investigados sobre este crime, o peculato, poderão ter uma pena de até 12 anos de reclusão

De acordo com a PF, “os criminosos tinham acesso a cartões de créditos que não eram entregues aos seus verdadeiros proprietários e desviavam a respectiva encomenda. Posteriormente, esse cartão era desbloqueado e utilizado para realização de compras pela internet ou em lojas físicas na capital. Diante deste fato, foi determinado pelo Poder Judiciário o cumprimento de mandado de busca e apreensão no endereço de um familiar de um funcionário dos correios suspeito de participação no esquema criminoso”.

Investigados sobre este crime, o peculato, poderão ter uma pena de até 12 anos de reclusão. Ainda, segundo a PF, o nome “Passando a Limpo” da operação é uma alusão ao ato de "passar” o cartão para a realização de compras.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Polícia Federal combate grupo que desvia cartões de crédito nos Correios