Snowden usou Bitcoin para comprar servidores e armazenar vazamento

1 min de leitura
Imagem de: Snowden usou Bitcoin para comprar servidores e armazenar vazamento
Avatar do autor

Edward Snowden, whistleblower que revelou o caso mais notório de espionagem feita pelos Estados Unidos nos últimos anos, utilizou a moeda Bitcoin para comprar um servidor e armazenar vazamentos da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) em 2013.

Snowden confirmou a informação durante a conferência Bitcoin 2019, comentando que a escolha da moeda virtual foi baseada nas capacidades de resistência contra a censura oferecidas por ela. “Os servidores que usei para transferir as informações aos jornalistas foram pagos usando o Bitcoin”, afirmou Snowden.

Há muito mais criminosos que usam o dólar

“Bitcoin é um dinheiro livre [sem censura] (...) Você é capaz de trocar e interagir sem permissões. E quando penso em privacidade, é sobre isso. O que significa liberdade? É liberdade de permissão, significa que vivemos nossas vidas de uma forma que podemos experimentar, podemos nos engajar, podemos experimentar, podemos até falhar e não precisamos obter permissão do escritório do diretor”, disse Snowden. “Nós não somos assistidos, não estamos registrados (...) Essa capacidade de agir sem permissão é a base de todos os direitos”.

Sobre questões de cibercriminosos utilizando o Bitocin como moeda, Snowden acabou sendo certeiro: “Há muito mais criminosos que usam o dólar”.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Snowden usou Bitcoin para comprar servidores e armazenar vazamento