Uma denúncia sobre a violação de direitos de privacidade foi feita pela dra. Roselyn Akombe, chefe de planejamento e orientação de políticas nas Nações Unidas e ex-comissária da Comissão Independente de Eleições e Fronteiras do Quênia (IEBC): o governo de seu país pretende leiloar dados biométricos da população adquiridos pelo sistema de registro chamado Huduma Namba, que unificou essas informações de cidadãos em apenas um banco de dados.

A ação do governo queniano com o Huduma Namba preocupa bastante no que diz respeito ao respeito da privacidade dos cidadãos

O Huduma Namba já vinha sendo bastante criticado há vários anos visto que já existe um sistema de registro unificado de pessoas físicas no país. O governo do Quênia possui dados biométricos de cerca de 20 milhões de pessoas. De acordo com a dra. Roselyn Akombe, o governo do país vai vender todos os dados dos cidadãos coletados para quem der o maior lance.

A ação do governo queniano com o Huduma Namba preocupa bastante no que diz respeito ao respeito da privacidade dos cidadãos. Em um mundo onde informação é uma das coisas mais valiosas, fica a preocupação sobre como realmente o governo do Quênia vai usar esses dados coletados — e vendê-los para empresas privadas pode ser apenas um dos grandes riscos que a população pode correr.

Cupons de desconto TecMundo: