A Microsoft enviou uma atualização urgente para quem ainda é usuário de versões antigas do seu sistema operacional. O objetivo é prevenir que esses aparelhos sejam formas de propagação de ciberataques que se espalham rapidamente de uma máquina para outra — nos mesmos moldes do WannaCry, o ransomware que aterrorizou o mundo em 2017.

A vulnerabilidade atua sem precisar da autenticação do usuário, enviando o malware a partir dos Serviços de Área de Trabalho Remota (ou Serviços de Terminal). Por isso, a correção é direcionada aos protocolos desse setor, que não são inseguros em si nem foram consertados por causa de alguma invasão já detectada, mas poderiam ser uma porta de entrada para criminosos.

Receberam a atualização os seguintes sistemas operacionais:

Surpresa

A grande surpresa da lista foi o Windows XP, que já não recebe suporte da Microsoft há alguns anos e ficou totalmente obsoleto agora em 2019. Porém, a insistência do público em manter essa versão tão popular levou a marca a abrir uma exceção.

Segundo a empresa, o novo pacote de segurança até previne os ataques, mas há uma forma ainda mais eficiente de ficar protegido: atualizar a versão do sistema operacional para uma mais recente. Windows 8, 8.1 e 10, por exemplo, não receberam o download por não serem afetados especificamente por esse tipo de ameaça.

Cupons de desconto TecMundo: