O Facebook apagou 74 grupos na rede social durante a última sexta-feira (05). Os grupos em questão serviam como plataformas de negociação do cibercrime, com criminosos vendendo informações de pessoas, pagamentos e até dados de crédito.

A derrubada dos grupos veio após uma pesquisa da empresa Cisco Talos sobre palavras-chave usadas pelo cibercrime — como “CVV” (código de verificação do cartão) e “spam”. Os grupos ainda totalizavam mais de 385 mil membros.

A Cisco nota que, por mais incrível que pareça, a maioria dos grupos deixava explícito em seu título qual era o fim: “Compre CVV” e “Facebook Hack e Phishing” eram alguns deles.

Facebook:  sabemos que precisamos ser mais vigilantes e estamos investindo pesado para combater esse tipo de atividade

Entre as vendas “mais ilegais”, se pudermos dizer assim, que acontecem nos grupos, a Cisco nota que são as vendas de número de cartões de crédito, CVVs e documentos de identificação do dono do cartão. Ou seja: tudo pronto para compras ilegais serem realizadas online.

Um porta-voz do Facebook comentou o caso: “Esses grupos violaram nossas políticas contra spam e fraude financeira e os removemos. Sabemos que precisamos ser mais vigilantes e estamos investindo pesado para combater esse tipo de atividade”.

Vale notar que, mesmo assim, inúmeros grupos de voltados ao hacking criminoso e ao carding ainda funcionam normalmente no Facebook — principalmente os brasileiros.

Cupons de desconto TecMundo: