Youtuber sofre ameaças de morte após vídeo sobre Deep Web e fóruns

2 min de leitura
Imagem de: Youtuber sofre ameaças de morte após vídeo sobre Deep Web e fóruns
Avatar do autor

O massacre de Suzano, que aconteceu no dia 13 de março e deixou 10 mortos, jogou luz sobre os fóruns anônimos que existem tanto na surface quanto na deep web. O autor do canal Normose, no YouTube, buscou divulgar em vídeo como funcionam esses fóruns, os termos e linguajares, além de realizar uma análise delicada sobre o discurso de ódio e nacionalismo branco que permeia estes fóruns. Após a publicação do vídeo, segundo a Fórum, o autor começou a receber ameaças de morte.

Normose é um canal com pouco mais de 63 mil inscrições. Como nota a Fórum, o vídeo sobre os grupos anônimos de discussão na internet buscava explicar como os ataques — citando Suzano — são planejados e até incentivados pela massa de usuários desses fóruns. Contudo, o vídeo do Normose também buscava desmistificar a ideia de que todos aqueles que frequentam os fóruns seriam doentes ou psicopatas.

Após a publicação do vídeo, o autor começou a receber ameaças explícitas de morte, além de intimidações contra sua família

“Ao contrário do que a mídia tradicional tem feito, de demonizar, misturar as coisas, propus uma análise mais sociológica do fato, entender como essas pessoas chegam nisso e como elas vão virando tóxicas ao longo do tempo. Meu olhar é muito mais para a exclusão e o afeto (…). É uma análise bastante ponderada no sentido de dizer que não é todo mundo que está ali [nos chans] que é doente, que têm as mesmas intenções, é muito plural”, disse à Fórum o autor do canal. “Quando dizemos que eles são os vilões, jogamos o jogo deles. A autodepreciação é positiva, só reforça a vontade de ficar ainda mais rebeldes. É preciso mostrar as fragilidades mentais, emocionais, expor que eles sofrem como qualquer um e se acham os tais. Mexer nessa ferida é a saída para eles e para nós. Essa bomba só tem uma solução: desativar os afetos. Trabalhar com a saúde mental. Entender quem é doente e quem é ideólogo”.

O autor do Normose explicou que, após a publicação do vídeo, começou a receber ameaças explícitas de morte, além de intimidações contra sua família. As ameaças, afirma, são realizadas nos mesmos fóruns que expôs.

“Há ameaças de todo tipo. Uma delas é aquela coisa de mandar pizza, mandar prostituta, coisas para minha casa. Como eles não tem certeza se eu moro aqui e não sabem se vai ser efetivo, falaram que vão ameaçar minha família. Acharam o perfil da minha irmã nas redes. Já rolaram ameaças reais, com gente postando foto de arma e dizendo que já tem um serviço na cidade onde moro”, disse.

  • O youtuber já registrou um boletim de ocorrência e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Categorias

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Youtuber sofre ameaças de morte após vídeo sobre Deep Web e fóruns