Base de dados com informações íntimas de mulheres é encontrada na China

1 min de leitura
Imagem de: Base de dados com informações íntimas de mulheres é encontrada na China
Avatar do autor

Um especialista holandês em segurança na internet descobriu uma base de dados chinesa contendo informações sensíveis de aproximadamente 1,8 milhão de mulheres. Victor Gevers, que integra a organização sem fins lucrativos GDI.Foundation, estava buscando bases de dados abertas na China quando encontrou diversas informações pessoais, incluindo uma categoria chamada BreedReady (em tradução literal, pronta para procriar).

Pelos dados disponíveis, não é possível saber exatamente que a coluna em questão significa, mas a existência da base de dados é um indício de que alguém está coletando informações delicadas sobre mulheres chinesas. De acordo com observadores ouvidos pelo The Guardian, o termo pode ser apenas uma tradução ruim para descrever se a mulher tem filhos ou está em idade fértil.

(Reprodução/Twitter de Victor Gevers)

Mais informações estão disponíveis na base de dados exposta por Gevers em prints no seu perfil no Twitter, como idade, nível educacional, cidade, estado civil e telefone. A maior preocupação rondando a existência da categoria BreedReady se refere à queda na taxa de natalidade na China. Associações em defesa dos direitos das mulheres e críticos do governo do país questionam até que ponto o sistema político estaria disposto a ir para encorajar mulheres a terem filhos.

A base de dados foi retirada do ar na tarde de segunda-feira (11). Até agora, não é possível afirmar se o sistema pertence a um aplicativo, se são informações governamentais ou de outros tipos de organizações ou empresas. Em postagem no Twitter, Gevers explicou que não descobriu com qual finalidade a base foi desenvolvida e que ele e outras pessoas estão entrando em contato com algumas das mulheres, por meio de endereços de perfis no Facebook que constam nos dados, para saber se elas estão cientes da base de dados e se lembram de ter fornecido tais informações.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Base de dados com informações íntimas de mulheres é encontrada na China