Um novo registro de patente feito pela Apple sugere que a empresa se dedicou a trabalhar em melhorias na segurança do Face ID de seus dispositivos, como uma resposta ao método de ataque demonstrado em 2017. Na ocasião, uma máscara com design exclusivo produzida em uma impressora 3D foi capaz de desbloquear o dispositivo da Maçã.

Esse ataque foi sofisticado; afinal, não é como se os usuários comuns tivessem grandes motivos para se preocuparem, mas as coisas se tornam um pouco mais sérias para executivos de empresas, por exemplo. Segundo pesquisadores de segurança, é possível que CEOs estejam mais seguros se evitarem o uso do Face ID. Entretanto, a nova patente descoberta pelo portal Patently Apple descreve algumas características que indicam que máscaras não serão mais capazes de "enganar" o Face ID.

Apesar de o documento não apresentar uma meta específica, ficou claro que padrões pseudoaleatórios serão utilizados para misturar e combinar os modos de escaneamento 2D e 3D. Em outras palavras, isso indica que será necessário mover o rosto — algo que uma simples máscara não poderia fazer. No final das contas, o resultado final será um escaneamento ainda mais preciso do rosto do usuário.

A própria Apple considera o Face ID um método muito mais seguro do que o Touch ID: segundo a empresa, as chances de um rosto aleatório ser capaz de desbloquear seu celular são de 1 em 1 milhão, enquanto 1 impressão digital em 50 mil pode ter acesso ao seu celular. Entretanto, a segurança do Face ID é reduzida com familiares  principalmente aqueles bem próximos, como irmãos gêmeos e crianças com menos de 13 anos de idade, uma vez que as características faciais que irão diferenciá-las das outras ainda não estão totalmente desenvolvidas.

De qualquer forma, a tecnologia do reconhecimento facial continua sendo gradualmente desenvolvida e é cada vez mais adotada em diversas instituições: há bancos e instituições financeiras utilizando o Face ID para que os clientes consigam logar em seus aplicativos, e, recentemente, até mesmo o WhatsApp incorporou o recurso para trazer ainda mais proteção às conversas do app.

Cupons de desconto TecMundo: