O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) realizou 177 exames da DNA para famílias carentes envolvidas em processos de investigação de paternidade durante 2018. Os exames são possíveis graças ao Fundo de Custeio para Exames de DNA, e já foram realizados 2.270 exames nos 12 anos em que o fundo existe.

O Fundo de Custeio para Exames de DNA recebeu depósitos de R$ 67.865 para a realização dos exames

De acordo com o MPDFT, o trabalho que acontece desde 2006 é realizado em parceria entre a Promotoria de Justiça de Defesa da Filiação (Profide) e a Associação de Mães, Pais, Amigos e Reabilitadores de Excepcionais (Ampare).

O Fundo de Custeio para Exames de DNA recebeu depósitos de R$ 67.865 para a realização dos exames que somaram R$ 52.550, foram despesas bancárias e operacionais. Isso significa que, para este ano, o MPDFT já conta com um saldo positivo de mais de R$ 19 mil para a ajudar mais famílias.

“Esse trabalho não teria sido possível sem os colegas que, sensíveis a esta realidade, deram sua parcela de contribuição ao projeto”, disse a promotora de Justiça Renata de Salles. Para mais detalhes, você pode conferir no site do MPDFT.

Cupons de desconto TecMundo: