Apple anunciou uma correção para o problema grave que permitia que conversas feitas pelo app FaceTime pudessem ser interceptadas facilmente. A empresa foi avisada com antecedência sobre a vulnerabilidade – que foi detectada por um adolescente –, mas demorou a tomar providências. Após ter tirado o aplicativo do ar, a Apple vai disponibilizar uma atualização do iOS 12.1.4 que corrige a falha.

Como a Apple havia prometido tomar providências sobre a vulnerabilidade ainda essa semana, a atualização deve ficar disponível para os usuários até o fim do dia de hoje (31) ou no máximo amanhã. A falha permitia que usuários pudessem se conectar a ligações que estivessem acontecendo e ouvir toda a conversa sem que as pessoas ficassem sabendo, incluindo acesso aos vídeos dos chats também.

O problema foi detectado por um garoto de 14 anos e sua mãe, por meio do Twitter, email e outras maneiras, tentou comunicar a Apple sobre o defeito mais de uma semana antes da empresa admitir que havia risco de segurança na realização de chamadas usando o FaceTime.

Cupons de desconto TecMundo: