Hackers dizem ter dados de seguros relacionados ao ataque do 11 de setembro

1 min de leitura
Imagem de: Hackers dizem ter dados de seguros relacionados ao ataque do 11 de setembro
Avatar do autor

Os hackers envolvidos no caso da série Orange is the New Black voltaram. Agora, o grupo de criminosos conhecido como TheDarkOverlord alega ter roubado aproximadamente 18 mil documentos de diversas empresas de seguros, e ameaçaram liberar arquivos que pudessem trazer "respostas" sobre o ataque ocorrido em 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos.

É claro que a única forma de evitar o vazamento dos documentos seria pagando o resgate proposto pelo grupo. O porta-voz de uma das empresas de envolvidas, a Hiscox Syndactes, confirmou o ataque e indicou que é provável que haja dados de seguros envolvidos na ação.

O grupo publicou uma série de arquivos que mencionavam escritórios de advocacia e outras instituições como uma suposta prova do envolvimento no ataque e, ainda, declararam que poderiam liberar as chaves criptográficas para os arquivos a menos que recebessem o resgate pago em bitcoins. Além disso, também ameaçaram chantagear as pessoas que tinham seus nomes nos documentos.

Ainda para o porta-voz, o envolvimento dos ataques às Torres Gêmeas seria apenas uma forma de distorcer a tentativa de extorsão. Ele aponta que houve apenas um caso relacionado à tragédia de 2001, e é pouco provável que as informações dos seguros tenham alguma novidade sobre o ocorrido. Entretanto, todas essas colocações foram feitas considerando que os hackers realmente possuem o que dizem, o que também não é algo garantido.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Hackers dizem ter dados de seguros relacionados ao ataque do 11 de setembro