Uma nova pesquisa revelou que o ransomware que mais causou estrago no mundo até agora continua na ativa: o WannaCry. Caso você não se lembre, o WannaCry infectou e sequestrou mais de 300 mil computadores em 150 países em maio do ano passado.

De acordo com a Kaspersky, só durante o terceiro trimestre de 2018, quase 75 mil usuários de PC foram infectados pelo ransomware. Como a empresa nota, a Microsoft já soltou uma correção de segurança que fecha o buraco da vulnerabilidade explorada pelo WannaCry, porém, muitos usuários ainda usam computadores completamente desatualizados.

Este é mais um lembrete de que as epidemias não cessam tão rapidamente quanto começam

A Kaspersky notou que seu software de proteção teve sucesso em bloquear cerca de 260 mil ataques contra usuários únicos. Esse número representa um aumento de 39% se comparado com o trimestre passado, que foi de 159 mil.

“É preocupante ver que os ataques WannaCry cresceram quase dois terços em comparação com o terceiro trimestre do ano passado. Este é mais um lembrete de que as epidemias não cessam tão rapidamente quanto começam — as consequências desses ataques são inevitavelmente duradouras. Os ataques cibernéticos deste tipo podem ser tão graves que é necessário que as empresas tomem medidas preventivas adequadas antes que um criminoso cibernético atue — em vez de se concentrar na recuperação”, diz a Kaspersky.

  • E não é difícil se proteger do WannaCry: basta deixar os sistemas operacionais atualizados.

Cupons de desconto TecMundo: