O Brasil é o país que mais sofre ataques de phishing. O principal lugar que recebe esse tipo de golpe atualmente? O WhatsApp. O modus operandi dos cibercriminosos se vale da mesma máxima que tornou o aplicativo a Terra das Fake News: o usuário dificilmente checa mais informações sobre o que é recebido, compartilhando e clicando nos links sem qualquer cuidado.

Segundo a Kaspersky, 30% dos internautas brasileiros sofreram ao menos uma tentativa do golpe em 2017 — 2018 ainda não acabou, mas o índice já estava em 23% em agosto. Durante a Black Friday, que acontece durante o dia 23 de novembro deste ano, esses 23% provavelmente serão inflados.

Muito cuidado com qualquer promoção milagrosa recebida: o preço varia durante a Black Friday, mas dificilmente você vai encontrar um desconto brutal em qualquer produto

Caso você não saiba, phishing é um dos métodos de ataque mais antigos, já que "metade do trabalho" é enganar o usuário de computador ou smartphone. Como uma "pescaria", o cibercriminoso envia um texto indicando que você ganhou algum prêmio ou dinheiro (ou está devendo algum valor) e, normalmente, um link acompanhante para você resolver a situação. O phishing também pode ser caracterizado como sites falsos que pedem dados de visitantes. A armadilha acontece quando você entra nesse link e insere os seus dados sensíveis — normalmente, há um site falso do banco/ecommerce para ludibriar a vítima —, como nome completo, telefone, CPF e números de contas bancárias.

Só neste ano, já noticiamos golpes que vendiam milhagens de aviões, perfumes e descontos em lanches. Em sua maioria, todos oferecem uma promoção absurda ou “quantidades limitadas” de um produto para puxar a atenção da vítima.

Por isso, para não cair nesse tipo de golpe, você precisa ficar atento aos links recebidos e ao remetente — não clicar em endereços recebidos de contatos desconhecidos é a máxima. Além disso, se você está com uma dúvida, não insira os seus dados pessoais sem checar com outra pessoa, pode ser amigo ou familiar. Em último caso, procure o site oficial de seu banco/empresa e entre em contato. Vale notar que é interessante contar com uma ferramenta antivírus em seu smartphone e computador.

Cupons de desconto TecMundo: