Após escândalo e ataques, Facebook busca firma especializada em segurança

1 min de leitura
Imagem de: Após escândalo e ataques, Facebook busca firma especializada em segurança
Avatar do autor

Esta temporada não tem sido fácil pelo Facebook, que, se antes já despertava certa desconfiança de usuários que criticavam o garimpo de dados e problemas de privacidade, agora vê certa debandada da plataforma por conta de casos como o da Cambridge Analytica e o da recente investida hacker a milhares de contas. Mark Zuckerberg sabe que precisa priorizar a proteção das contas e agora estaria de olho justamente em uma firma especializada em segurança para colocar em seu portfólio de compras.

Segundo o The Information, várias fontes ligadas ao setor ventilaram nos bastidores que o Facebook busca sua terceira aquisição com a finalidade de aumentar a defesa da rede social — embora ainda não haja uma lista de candidatas. A companhia já comprou a desenvolvedora de software de banco de dados Acrylic Software em 2012 e a Private Core, que fornece tecnologia de servidores, em 2014.

Desta vez, a procura é por um grupo que possa complementar o próprio departamento de segurança cibernética da empresa. A defesa on-line tem se tornado prioridade em muitas startups e outras gigantes nos últimos anos, especialmente com a migração de mais operações para o meio digital e com o avanço constante das invasões. Por isso, há muita gente trabalhando nisso neste momento e fica difícil por enquanto apostar em poucos nomes.

FACEBOOKFonte: Phone Arena

Certo mesmo é que o Facebook deve gastar um grande montante para isso, afinal é preciso escolher um plano adequado às necessidades, o que deve acontecer até o final do ano. Até lá, são esperadas mudanças na experiência do usuário, que devem ser informadas muito em breve, já que recuperar a confiança dos consumidores é tudo o que a rede social precisa neste momento.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Após escândalo e ataques, Facebook busca firma especializada em segurança