Criminosos do Reino Unido descobriram uma maneira de usar o medo das pessoas de serem presas como forma de ganhar dinheiro. No esquema, é utilizado um malware que bloqueia a máquina e faz surgir mensagens falsas alertando o usuário de que a máquina foi usada para acessar conteúdos pornográficos ilegais e sites ligados a redes terroristas.

Para que a pessoa não seja incriminada, os golpistas exigem que ela pague uma determinada quantia em dinheiro. Segundo os autores da fraude, tal ação faria com que os computadores fossem desbloqueados e deixassem de figurar na lista de criminosos formulada pela polícia local – caso contrário, os acusados poderiam enfrentar alguns anos de prisão.

Ataque com origens desconhecidas

Aqueles que se dispõe a realizar o pagamento do resgate se veem enganados novamente pelos criminosos. Mesmo após cumprir as exigências, a máquina continua a exibir as mesmas mensagens, impedindo o acesso a qualquer função do sistema operacional.

Segundo Central eCrime Unit da Polícia de Met (PCeU), ainda não é possível confirmar qual o nome do malware envolvido no ataque, tampouco os responsáveis pela ação criminosa. A unidade policial simplesmente afirmou que a infecção se dá após visitar determinados endereços, o que torna mais difícil previnir possíveis ataques.

Cupons de desconto TecMundo: