Três hackers ucranianos foram presos após uma longa campanha maliciosa de phishing e engenharia social para roubar dados de cartões de crédito. No total, o grupo roubou dados de 15 milhões de cartões provenientes de 6,5 mil pontos de venda. Ainda, os cibercriminosos tiveram sucesso em pegar informações bancárias de clientes de 100 empresas estadunidenses.

Os emails pareciam inocentes, variando o assunto entre reservas em hotéis até alertas sobre envenenamento alimentício

A ciberguangue, conhecida como Carbanak na internet, se valia de campanhas de phishing e engenharia social para invadir empresas e roubar os dados financeiros, nota o The Verge. A porta de entrada? Malwares enviados via email.

O phishing agia nesse ponto: os emails pareciam inocentes, variando o assunto entre reservas em hotéis até alertas sobre envenenamento alimentício (principalmente quando cadeias de restaurantes eram alvos, como a Chipotle, por exemplo).

Os cibercriminosos, tendo os nomes revelados como Dmytro Fedorov, Fedir Hladyr, e Andrii Kolpakov são acusados de: conspiração, fraude eletrônica, invasão de computadores, fraude em dispositivos de acesso e roubo de identidade. As prisões aconteceram na Alemanha, Polônia e Espanha, em trabalho conjunto de autoridades.

Cupons de desconto TecMundo: