Imagem de: Tim Cook nega que a Apple tenha recebido ou usado dados ilegais do Facebook

Tim Cook nega que a Apple tenha recebido ou usado dados ilegais do Facebook

1 min de leitura
Avatar do autor

Várias empresas — incluindo gigantes como a Apple, a Samsung, a MicrosoftAmazon — se viram em meio aos seus próprios “casos Cambridge Analytica” nesta segunda-feira (04), quando o The New York Times revelou que o Facebook compartilhava dados privados sem o consentimento dos usuários com muito mais gente — um número superior a 60 fabricantes de dispositivos. Ontem mesmo, após a veiculação a da notícia, o CEO da Maçã, Tim Cook, negou que a companhia tenha participado desse esquema.

Só para refrescar a memória, entre o conteúdo distribuído ilegalmente estavam dados sensíveis, a exemplo de status de relacionamento, religião, etnia, posição política e outras informações privadas. “O que foi mencionado na reportagem do (The New York) Times, sobre os status de relacionamento e todas essas coisas, isso tudo é tão estranho para nós. Não recebemos ou requisitamos nenhum dado”, disse, em entrevista à National Public Radio, durante a WWDC 2018.

"O que fizemos foi integrar a capacidade de compartilhar o sistema operacional, simplificar o compartilhamento de uma foto e esse tipo de coisa. Então, isso é uma conveniência para o usuário. Nós não estávamos no negócio de dados e nunca estivemos no negócio de dados", explica Cook.

Facebook continua negando que tenha compartilhado dados de forma ilegal

Enquanto isso, o Facebook segue confrontando a investigação do periódico. "Ao contrário das alegações do The New York Times, informações de amigos, como fotos, só eram acessíveis em dispositivos quando as pessoas tomavam a decisão de compartilhar suas informações com esses amigos”, comenta um porta-voz, de acordo com o Engadget.

Porém, a rede social faz questão de se isentar do mau uso desse conteúdo, o que não garante que as informações tenham realmente sido utilizadas ilegalmente. “Não estamos cientes de qualquer abuso por parte dessas empresas."

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Tim Cook nega que a Apple tenha recebido ou usado dados ilegais do Facebook