A CNN descobriu que a maior página do movimento Black Lives Matter no Facebook é falsa. Ao que parece, a página falsa ainda teve sucesso em receber investimentos diversos e enviar o dinheiro para uma conta bancária na Austrália — o movimento tem sede nos Estados Unidos.

A página possuía cerca de 700 mil seguidores, 300 mil seguidores a mais do que página oficial do Black Lives Matter

O movimento Black Lives Matter ("As Vidas Negras Importam") é um movimento ativista internacional que luta contra a violência direcionada as pessoas negras. Questões mais amplas, como a discriminação racial, brutalidade policial, e a desigualdade racial no sistema de justiça criminal dos Estados Unidos também são pautas do grupo.

De acordo com a CNN, a página possuía cerca de 700 mil seguidores, 300 mil seguidores a mais do que página oficial do Black Lives Matter. Além disso, a página falsa teve sucesso em levantar US$ 100 mil até o momento.

Uma investigação indicou que a página no Facebook possuía conexões com Ian Mackay, um representante da Australian National Union of Workers. Além disso, Mackay supostamente um site registrado em seu nome com o domínio "blackpowerfist.com". Como resposta a Australian National Union of Workers comentou que suspendeu Iam Mackay enquanto as investigações ainda acontecem.

  • A página foi suspensa pelo Facebook.

Vale notar que, no Brasil, algo similar acontece: algumas células da Anonymous já comentaram que maior página do Facebook que carrega o nome do movimento também é falsa. Leia mais aqui.

Cupons de desconto TecMundo: