A cidade de Nova York (Estados Unidos) está tomando alguns passos para ajudar na proteção online de seus residentes. Enquanto ainda é válido entender como funcionarão as permissões de segurança e privacidade na prática, o governo local vai oferecer um aplicativo para smartphone que funcionará como um "antivírus premium", segundo Bill de Blasio, prefeito de NY.

Nós precisamos investir na segurança das vidas digitais de nossos residentes

De acordo com o prefeito, o aplicativo será lançado nos próximos meses e poderá ser baixado gratuitamente por todos os moradores de Nova York. Chamado "NYC Secure", ele terá a capacidade de alertar ao usuário sobre possíveis ameaças dentro de um smartphone ou tablet, entregará notificações sobre melhores práticas, poderá desconectar o dispositivo de redes WiFi maliciosas, impedir a navegação em sites comprometidos e até desinstalar aplicações que podem roubar seus dados ou praticar outras atividades criminosas, nota o TechCrunch.

Bill de Blasio deixou claro que a prefeitura não vai jogar pesado: toda a atitude do aplicativo terá que ser aceita pelos usuários antes de qualquer coisa. Além disso, o app não vai coletar ou transmitir qualquer tipo de dado pessoal, afirma o governo local.

Melhorando a infraestrutura

O futuro — que já está bem presente — dos ciberataques envolvem infraestruturas, principalmente hidrelétricas, siderúrgicas, sistemas de transporte e fornecimento de energia. Felizmente, a prefeitura de NY está tomando uma atitude interessante para se proteger: vai melhorar a segurança das redes WiFi públicas, implementando proteção DNS por meio de um serviço chamado Quad9.

"Nós precisamos investir na segurança das vidas digitais de nossos residentes", comentaram as autoridades da prefeitura em comunicado. "Enquanto ninguém está imune, o programa vai adicionar uma camada extra de segurança aos dispositivos pessoais que costumam possuir uma grande quantidade de dados sensíveis".

  • Seria bacana uma iniciativa similar no Brasil, principalmente quando somos atacados massivamente por golpes de phishing, por exemplo. O que você acha? Deixe sua opinião nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: