A Intel já lançou vários pacotes de segurança para processadores afetados pela falha conhecida como Meltdown, mas apenas atualizações de software não seriam uma solução suficiente para impedir o problema de acontecer no futuro. Por isso, a Intel anunciou que refez o projeto de seus futuros chips para reduzir o risco de ataques.

A mudança afeta a oitava geração dos processadores Core e Xeon e foi descrita pelo diretor executivo da empresa Brian Krzanich como “paredes protetoras que ficam entre as aplicações e os níveis de privilégio do usuário com o objetivo de criar um obstáculo para pessoas mal-intencionadas”.

Os primeiros chips com as novas camadas de segurança devem ser enviados aos fornecedores no segundo semestre deste ano.

Os primeiros chips com as novas camadas de segurança devem ser enviados aos fornecedores no segundo semestre deste ano. A empresa não esclareceu se essa mudança no projeto também implicará em perda de desempenho, assim como aconteceu com as atualizações via software. Segundo Brian, “garantir que [esses produtos] entreguem as melhorias de performance que as pessoas esperam de nós é crucial”.

A Intel diz que agora 100% dos seus produtos vulneráveis lançados nos últimos cinco anos estarão protegidos das brechas Meltdown e Spectre. A companhia foi muito criticada durante os últimos meses, com o seu diretor executivo sendo acusado de vender várias ações da empresa antes das falhas serem anunciadas ao público. Atualmente, ela enfrenta uma série de processos coletivos na justiça.

Cupons de desconto TecMundo: