Uma pesquisa feita pela Avast e revelada na MWC 2018 consultou 40 mil pessoas em 12 países no mundo todo – entre eles, o Brasil – para ver se são suscetíveis a utilizar uma interface falsa de aplicativo de banco online achando que estão usando o app verdadeiro. No teste, 36% das pessoas foram enganadas e teriam caído em um possível golpe de phishing causado por um malware.

A Avast usou interfaces falsas de diversos bancos do mundo todo, os mais populares nos países avaliados e que já foram alvo de golpes desse tipo. Aplicativos com malware que podem ser baixados por descuido e exibam a mesma interface de um banco podem roubar informações sensíveis dos usuários, como seus números de documento e até mesmo a senha bancária.

Programas maliciosos avançados

Estamos vendo um aumento constante no número de aplicativos maliciosos para dispositivos com Android que são capazes de ignorar verificações de segurança

Cerca de dois em cada cinco pesquisados (43%) disseram que usam aplicativos de bancos para dispositivos móveis segundo a Avast. Dos que não usam, 30% mencionaram a falta de segurança como a principal motivo. Cerca de 58% dos entrevistados identificaram o aplicativo oficial como fraudulentos, enquanto 36% achavam que o falso era o verdadeiro.

A Avast disse que os malwares para smartphone que têm como objetivo os aplicativos financeiros aumentaram em sofisticação e os hackers são capazes de criar páginas falsas de que se parecem com as verdadeiras.

“Estamos vendo um aumento constante no número de aplicativos maliciosos para dispositivos com Android que são capazes de ignorar verificações de segurança em lojas de aplicativos populares e entrar nos celulares dos consumidores. Muitas vezes, eles representam aplicativos de jogos e estilo de vida e usam táticas de engenharia social para enganar os usuários para baixá-los", disse o vice-presidente sênior e gerente geral de mobile da Avast.

Cupons de desconto TecMundo: