A Campus Party reúne estudantes e profissionais de diversas áreas da tecnologia. Sendo assim, a presença de hackers — estamos falando dos "Hackers do Bem", ok? — tem um número considerável na CP, mesmo que o evento não seja focado na segurança da informação. Aqueles que buscam esse mundo e conhecimentos mais específicos, no Brasil, partem para o Roadsec, H2HC, BSides, Mind The Sec etc.

Uma galera que organiza o Roadsec, por exemplo, resolveu participar com uma mesa especial na Campus Party deste ano. Por lá, os roadies e hackers do Roadsec estão ensinando diversas práticas, das mais seguras até as mais subversivas: criptografia, programação, Lego + Robôs e lockpicking. Sobre este último, é isso mesmo: aulas para aprender a abrir cadeados trancados em menos de 20 minutos.

O pessoal passa e fica olhando, acha que estamos fazendo algo ilegal, mas isso aumenta muito o interesse na área de segurança entre os participantes

O TecMundo foi até a mesa do Roadsec para bater um papo com os "professores". Encontramos Matheus "Jorel" Farias, roadie voluntário do evento hacker há dois anos.

"A Roadsec veio para a Campus Party para mostrar algumas das atividades que acontecem no evento. Às vezes as pessoas acham que ele [Roadsec] é fechado, que não podem participar porque acham que vão ser excluídas... Então viemos aqui mostrar que estamos abertos, não somos fechados", disse Jorel.

Segundo o roadie, a oficina de lockpicking ensina a abrir cadeados sem a chave, "com peças que você mesmo pode encontrar no Mercado Livre, por exemplo". "Quanto mais tempo você pratica, menos tempo para abrir um cadeado. O conhecimento precisa ser compartilhado".

Os participantes da Campus Party rodeiam aos montes a mesa do Roadsec, principalmente durante a oficina de lockpicking. "Muitos pensam que isso é algo ilegal e não pode ser feito, mas é algo muito maneiro e criativo. A maioria do pessoal abre o cadeado até sem perceber, mas leva uns 20 minutos na primeira vez", comenta Jorel. "O pessoal passa e fica olhando, acha que estamos fazendo algo ilegal, mas isso aumenta muito o interesse na área de segurança entre os participantes".

Abaixo, você acompanha algumas fotos

Por falar em Campus Party, a IBM está no evento com uma série de desafios bem legais com chatbots, inteligência artificial, programação e muito mais. Confira neste link.