A praticidade das transações realizadas online trouxe consigo uma série de cuidados extras que são necessários a quem costuma usar cartão de crédito para realizar compras via web. Embora cada vez mais os brasileiros estejam usando a internet para adquirir bens e serviços, como indica pesquisa recente realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), ainda existe muito receio em torno da segurança envolvendo as transações. Segundo a mesma pesquisa, apenas 20% dos consumidores de e-commerce se sentem seguros fazer compras via internet. 

Alguns cuidados básicos envolvendo compras online

A princípio, é necessário se atentar a uma sequência de preocupações essenciais que precisam se tornar habituais. Seguir esses pontos básicos já garante proteção aos casos de fraudes mais comuns envolvendo clonagem de cartão ou delitos similares.

  1. Dê preferência ao uso de cartão de crédito. O uso cartão de débito não garante o mesmo nível de prevenção contra golpes e proteção na hora de efetivar as transações online.
  2. Saiba identificar sites seguros para se comprar. É possível identificar as páginas com conexão segura quando o protocolo HTTP, no início da barra de endereços, no canto superior esquerdo da tela está verde.
  3. De modo algum deixe informações sobre o cartão de crédito salvas no email ou em redes sociais, ainda que estejam em campos acessíveis apenas a você.
  4. Mantenha o antivírus do celular e do computador atualizado e evite fazer transações em conexões de internet de lugares públicos, como cafés, shoppings etc.

Além de ter esses cuidados, é possível investir em um plano mais elaborado de segurança. Hoje em dia, você consegue adquirir proteção adicional junto a administradoras do cartão de crédito. O Mastercard SecureCode, por exemplo, é uma proteção adicional para manter transações seguras e privadas. Por meio do serviço, o portador do cartão conta com um código privado para realizar a compra, o qual funciona como uma camada adicional de segurança, já que apenas você e a instituição financeira têm conhecimento dele. A Visa possui um sistema de segurança próprio também, no qual confirma o pedido enviando um PIN para o celular do dono do cartão segundos após a compra, a fim de legitimar a transação.

Considere reservar cartões apenas para transações online

Para quem precisa realizar constantemente transações via internet, uma alternativa interessante é separar o cartão de crédito convencional e realizar transações online com um cartão reservado unicamente para essa finalidade. O mercado de transações online já oferece alternativas como cartões com função pré-paga, que permite carregar previamente uma quantidade de dinheiro específica capaz de suprir as necessidades.

Outras instituições financeiras também operam com cartões de crédito virtuais. Nesse modelo, o número, o limite e a data de validade são temporários. Isso significa que, em uma eventual publicação das informações privadas, a volatilidade que caracteriza o serviço pode proteger o usuário de maiores consequências.

Já o Privacy é uma opção interessante de gerar um cartão de crédito virtual sem vínculo direto com nenhuma instituição financeira. Trata-se de uma extensão do navegador Chrome capaz de se conectar diretamente com a sua conta do banco. A facilidade envolve a criação de cartões de crédito de modo contínuo por demanda, de acordo com a sua necessidade. Após utilização, os números envolvidos na transação são autodestruídos. A princípio, essa é uma alternativa válida apenas para os Estados Unidos.

Por fim, falando justamente em navegador, não deixe de conferir as configurações do seu browser, sobretudo a função de autopreenchimento, que pode acabar liberando dados salvos anteriormente do seu cartão. Para fazer isso, vá em configurações, selecione a opção "Avançado", em seguida "senhas e formulários" e então desative a opção de preenchimento automático.

Cupons de desconto TecMundo: