O cibercrime, finalmente, chamou atenção de políticos. Segundo o secretário de Estado do Ministério do Interior da Alemanha, Klaus Vitt, o país poderá mudar a constituição para conseguir contra-atacar os hackers black hat que têm como alvo redes privadas. De acordo com a Reuters, Vitt quer realizar a reforma até ano que vem.

Devemos assumir que medidas puramente preventivas não serão suficientes para combater futuros ataques

Ainda não está claro que tipos de alterações serão realizadas na constituição. Contudo, é possível que ataques de desarmam servidores — e nisso, você pode incluir até o DDoS — estejam nesse bolo. Não é de se estranhar que países comecem a movimentar as próprias leis agora, principalmente quando os ataques hacker também começam a chegar de maneira massiva na indústria.

"Já que isso é um problema tão crítico, uma mudança constitucional poderá ser necessária. A meta é realizar isso até o final do ano que vem. Devemos assumir que medidas puramente preventivas não serão suficientes para combater futuros ataques", comentou Vitt.

Enquanto a decisão é boa, ela pode ser polêmica. Quais os tipos de ações que serão colocados como crimes? Por exemplo, muitos jovens se aventuram no mundo da segurança da informação com ações "cinzas": testes de penetração e invasão. Isso significa que ainda não teremos muita discussão sobre esse assunto, e você poderá acompanhar aqui.

Cupons de desconto TecMundo: