Essa dependência foi removida com atualizações anteriores no SO da Apple no nosso aplicativo. Portanto, estamos retirando esta API da nossa base de códigos do iOS

Pesquisadores de segurança descobriram uma API no aplicativo do Uber para iOS que permitia a captura de telas dos iPhones onde estavam instalados sem que o usuário soubesse ou autorizasse. Com isso, a Uber pode ter tido acesso a informações sensíveis de donos de iPhones e de Apple Watches que usaram o serviço em seus dispositivos.

A Uber fez a seguinte declaração sobre o assunto: “Ela (a API) foi usada em uma versão antiga do aplicativo Apple Watch especificamente para executar a parte pesada da renderização de mapas em seu smartphone e, em seguida, enviar a renderização para o aplicativo do Watch. Essa dependência foi removida com atualizações anteriores no SO da Apple no nosso aplicativo. Portanto, estamos retirando esta API da nossa base de códigos do iOS".

Problema no Watch

O problema acontecia com quem usava o Uber por meio do Apple Watch, que precisava apelar para a renderização de mapas no iPhone por não possuir um poder de processamento suficiente para isso. A API do aplicativo no smartphone tinha uma abertura que permitia que a Uber acessasse imagens completas das telhas dos dispositivos.

A Uber diz que o aplicativo não está mais conectado a nada na atual base de código da empresa, mas os usuários devem continuar tomando cuidado com a utilização do serviço, já que outras preocupações de privacidade com o aplicativo Uber foram relatadas anteriormente.

Cupons de desconto TecMundo: