A Whole Foods, rede de supermercados transnacional adquirida recentemente pela Amazon, foi alvo de um ataque hacker. Identificada nesta quinta-feira (28), a invasão resultou no roubo de informações de cartões de créditos de clientes de diversas unidades da empresa, mas ficou restrita aos restaurantes e bares existentes dentro das lojas, sem atingir os caixas principais dos estabelecimentos.

Essa restrição se deu graças à utilização de sistemas distintos para os caixas principais e as lojas oferecidas dentro de várias das 449 unidades da Whole Foods nos Estados Unidos. Para tentar tranquilizar os seus clientes, a empresa garante estar realizando uma investigação desde que foi notificada do problema, além de ter contatado as autoridades.

Whole FoodsRestaurantes que ficam dentro de várias unidade da Whole Foods foram atingidos pela invasão.

“A investigação da companhia é constante e oferecerá atualizações adicionais conforme mais for descoberto”, garantiu a varejista. “Apesar de a maioria das lojas da Whole Foods não contar com esses bares e restaurantes, a Whole Foods encoraja os consumidores a monitorarem de perto os extratos de pagamentos do cartão de crédito e notificarem o banco em caso de qualquer cobrança não autorizada.”

Além das instruções, a companhia afirma também que os sistemas de pagamentos da Amazon também não estão interligados aos seus. Com isso, o problema não se alastrou para os milhões de clientes da varejista online em todo o mundo.

Cupons de desconto TecMundo: