Há algum tempo, o Tinder estreou uma ferramenta que mostrava quais amigos seus do Facebook faziam parte da plataforma de encontros. Obviamente que isso gerou uma certa polêmica, mesmo havendo a opção de não ser visto. Mais de um ano depois, o recurso ainda deixa algumas sequelas para os usuários, como uma falha de segurança que pode ser explorada por um plugin do Chrome para descobrir o posicionamento de seus amigos.

O Tinder já havia abordado essa questão e afirmou que isso 'é mais um recurso do que uma falha'

O teste foi feito pela empresa de segurança Detectify, que criou uma aplicação que usa esse bug de segurança da conta do Tinder para descobrir a localização dos amigos do usuário no Facebook por meio de triangulação. A falha explorada permite que você exporte as contas do Tinder de seus amigos da rede social. Os dados obtidos são refletidos em um mapa e pronto: é possível saber onde eles estão naquele momento.

O Tinder já havia abordado essa questão e afirmou que isso “é mais um recurso do que uma falha”. Depois, a empresa criou um recurso social de ativação para proteger ainda mais a privacidade de seus usuários, mas esclareceu que qualquer pessoa que ativa a ferramenta Social estará vulnerável a esse bug. Por fim, a função foi tirada do ar pelo Tinder, mas a opção de grupos do app ainda pode apresentar perigo.

mapa

Como se proteger?

Para evitar que seus amigos do Facebook saibam que você está no Tinder, desative o recurso Groups do Tinder. Caso você tenha algum problema com a sua localização poder ser acessada publicamente, delete o aplicativo – é a única forma de não ter seu posicionamento descoberto de alguma maneira.

Enquanto o Tinder busca soluções para essas falhas de segurança, você deve colocar em uma balança para decidir que ação tomar: o que vale mais, um encontro ou minha privacidade?

Cupons de desconto TecMundo: