O canal da cantora Pabllo Vittar no YouTube foi hackeado na madrugada entre domingo (27) e segunda-feira (28). Entre as alterações realizadas no canal, foi colocada a foto do deputado federal Jair Bolsonaro sem camiseta, o clipe "K.O" foi apagado e três outros vídeos foram colocados no canal.

De acordo com o G1, os três vídeos colocados pelos invasores no canal de Pabllo Vittar eram chamados de "Meu Caterpie", "O Cancro (feat. Inês & Bolsonaro)" e "Mansão Loli (Feat Alok & Ivete Sangalo". Os vídeos falsos contavam com letras ofensivas que fazia referência a pedofilia, por exemplo.

A autoria do ataque ainda é uma incógnita. Enquanto o invasor havia assinado como o grupo Sh4dowNetwork, no perfil do Twitter utilizado pelo grupo hacker, a informação foi desmentida. 

Atualização 29/08: a Sh4dowNetwork postou um documento sobre o suposto autor do ataque.

Os fãs da cantora Pabllo Vittar ainda levaram a hashtag "todoscomPablloVittar" para os Trending Topics

Ainda, comentários no Twitter indicam que o fórum 55Chan possa ter relação com o ataque, já que a letra dos vídeos postados faz referência ao linguajar utilizado pelos usuários do fórum.

No Twitter, os fãs da cantora Pabllo Vittar ainda levaram a hashtag "todoscomPablloVittar" para os Trending Topics (Assuntos do Momento) do Brasil. Até o momento, Pabllo não se pronunciou sobre o caso e, ao que parece, também não conseguiu recuperar a conta.

  • Atualização às 14h30: o clipe "K.O" já voltou ao ar e os três vídeos postados pelo invasor já foram apagados; a imagem de perfil continua alterada

Canal de Pabllo

Cupons de desconto TecMundo: