John McAfee, criador do McAfee Antivírus e magnata polêmico do ramo da tecnologia, deu uma entrevista na TV norte-americana e criticou a Google pelo fato de a empresa estar, segundo ele, “colocando nossa humanidade em risco”. Mas calma que ele não está falando sobre inteligência artificial colocando a nossa sobrevivência em perigo, mas sim sobre o fato de a Google supostamente não estar respeitando a privacidade de ninguém na web.

“Ao me transformar em um número, a Google está removendo a minha dignidade humana”, disse ele na entrevista explicando que a empresa cresceu além do necessário e, agora, se importa apenas com dinheiro e não com os usuários.

Logo em seguida, McAfee comenta que sua atual empresa, a MGT, está trabalhando em uma ferramenta que seria capaz de proteger a privacidade dos internautas dos crawlers da Google. Esses crawlers ou rastreadores são basicamente os meios de a empresa arrecadar informações sobre os usuários e sobre páginas na web para trazer resultados de buscas e antecipar necessidades. Praticamente todos os serviços e produtos da Google se utilizam do motor de buscas da empresa em maior ou menor grau.

Ameaça?

Segundo ele, se a companhia não mudar suas práticas supostamente predatórias em relação a seus usuários, ele colocaria essa ferramenta chamada “Sentinel” no mercado em cinco anos, o que essencialmente acabaria com o modelo atual de negócios da Google.

McAfee é uma figura polêmica e, no mínimo excêntrica. Depois de vender sua empresa de antivírus em 1996, ele se mudou para Belize, mas, 15 anos depois, começou a aparecer na mídia como um dos suspeitos de cometer um assassinato na sua vizinhança. Ele voltou para os EUA sob suspeitas. Nas últimas eleições presidenciais norte-americanas, o magnata chegou a entrar na corrida como candidato a nomeação por um partido pequeno, mas não foi o escolhido pela legenda para a disputa.

Há também o entendimento de que John McAfee segue essa postura desafiadora e polêmica apenas para aparecer na mídia promovendo seus projetos, como poderia ser o caso da MGT.

Cupons de desconto TecMundo: