Um acidente trágico que acabou vitimando uma criança de apenas 3 anos pode ter sido causado pelo carregamento de um hoverboard. O incêndio, que aconteceu na última sexta-feira (10) à noite em uma casa em Harrisburg, na Pensilvânia, destruiu completamente a residência e causou vítimas: três se encontram em estado grave e uma fatal.

De acordo com outros familiares, o hoverboard emitiu sons estranhos e um chiado antes de entrar em combustão

Segundo um dos moradores da casa, Charles Dominick, o fogo teria começado em um hoverboard – uma scooter de equilíbrio automático que é controlada pelos pés do usuário. Ao ter sua bateria carregada, o dispositivo teria superaquecido e explodido, causando as chamas que destruíram a residência por completo. De acordo com outros familiares, o hoverboard emitiu sons estranhos e um chiado antes de entrar em combustão.

Hoverboard em uso

Perigo constante!

Não é a primeira vez que um hoverboard foi suspeito ou mesmo causou problemas para seus usuários. Uma família do Tennessee já processou a Amazon por um incêndio similar também causado por um desses dispositivos defeituosos. Um recall em 2016 envolveu produtos de 10 fabricantes e centenas de milhares de hoverboards nos Estados Unidos. Muitas companhias aéreas já não permitem os gadgets em voos.

O chefe dos bombeiros que atenderam ao chamado de incêndio e socorreram as vítimas, Brian Enterline, afirmou para a reportagem que hoverboards são “notórios por causarem incêndios”. Não foi revelado o nome do fabricante do dispositivo em questão.

Cupons de desconto TecMundo: