Uma pesquisa realizada pela Kaspersky revelou que, em cada cinco adultos, um não atua na segurança dos filhos na internet, mas admite que já viu as crianças ou os adolescentes em contato com ameaças reais na rede, como exposição a conteúdos inapropriados e interação com desconhecidos.

Cerca de 31% dos entrevistados acreditam que não possuem controle sobre os filhos no mundo online e outros 61% não conversam com eles sobre as ameaças virtuais. Uma pequena parcela (28%) disse visualizar o histórico depois do uso; o problema é que, nesse estágio, o dispositivo já pode ter sido infectado. Além disso, apenas 24% dos participantes responderam que usam algum tipo de plataforma de controle de navegação.

Segundo a Kaspersky, as crianças e adolescentes tendem a usar a internet longe dos pais. A empresa sugere que os responsáveis instalem um programa de controle parental e coloquem seus computadores em locais comuns e de uso familiar, proporcionando condições para que haja mais diálogo sobre o assunto e maior proteção contra os perigos da rede.

Cupons de desconto TecMundo: