Quem possui uma conta de Gmail, tem a opção de deletar uma mensagem enviada por engano, mas só possui 30 segundos para fazer isso após clicar em “Enviar”. Isso pode ser complicado, dependendo da situação em que o envio foi feito – talvez enquanto a pessoa está no trânsito ou no meio de uma reunião, por exemplo.

No entanto, há a possibilidade de a mensagem não ter sido enviada por um descuido do remetente, e em vez disso possuir alguma informação sigilosa. Se esse for o seu caso, você pode utilizar uma extensão para o navegador Google Chrome que lhe permite deletar as mensagens enviadas através dela, mesmo depois de o remetente ler o conteúdo.

O add-on se chama Dmail, e pode ser instalado a partir desse link. Com ele, você pode programar um email para se “autodestruir” dentro de uma hora, um dia, uma semana ou nunca. E mesmo que você selecione a última opção, basta ir até a sua caixa de emails enviados e apagar manualmente a mensagem em questão.

Exemplo de mensagem criptografada que o destinatário recebe - Imagem: 9to5google

Em breve para iOS e Android

Você é livre para ativar ou desativar o uso do Dmail quando quiser, através da barra de ferramentas que surge sempre que se abre uma janela para elaborar um novo email. E o destinatário não precisa da aplicação instalada e nem usar necessariamente o Gmail. Seja qual for o servidor de email que a pessoa use, ela receberá a mensagem da mesma forma.

Os envios feitos usando a extensão, quando são abertos, exibem normalmente o remetente e o assunto, mas no corpo da mensagem segue o seguinte texto (em inglês), que pode ser visto na imagem acima: “Essa mensagem segura foi enviada com o uso do Dmail. Para vê-la, simplesmente clique no botão abaixo”. Basta que o receptor clique no botão mencionado para ler o email, que por sua vez não pode ser encaminhado para terceiros.

Todo o processo é criptografado, o que garante que outras pessoas não possam acessar a mensagem remotamente, e nem mesmo os próprios desenvolvedores do add-on conseguem acesso às mensagens enviadas dessa maneira. Em breve o Dmail deve ganhar um app com versões para dispositivos móveis, tanto com Android quanto para iOS, mas por enquanto ele continua restrito apenas aos emails do Gmail enviados através do Google Chrome.

Você acha que a criptografia de mensagens realmente funciona ou apenas dá uma falsa sensação de segurança? Deixe sua opinião no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: