Uma análise feita por pesquisadores de segurança da empresa de antivírus Avast revelou que hackers parecem estar utilizando senhas fracas, assim como todo mundo. Usando uma amostra de cerca de 40 mil passwords coletados por anos durante análises de malwares, o especialista da Avast Antonín Hýza descobriu que apenas 10% dessas senhas estavam “além das possibilidades de serem adivinhadas com palpite ou de serem quebradas”.

As demais mostraram algumas estatísticas interessantes sobre as escolhas de passwords dos hackers. Quase nenhuma das senhas tiradas dessa amostragem continha caracteres em caixa alta, apesar de os especialistas de segurança frequentemente recomendarem que as pessoas usem uma mistura de letras em caixa e caixa baixa.

A maioria usa palavras em inglês e comumente frases incluindo variações de “pass”, “root” e “hax”. A palavra mais frequentemente utilizada é “hack” — um termo até adequado devido ao contexto. Surpreendentemente, a média de extensão das senhas era de apenas seis caracteres.

Os hackers poderiam estar usando senhas simples porque não temem ser atacados por seus companheiros de “profissão” ou simplesmente para evitar a utilização de seus passwords de verdade em atividades envolvendo malwares. De qualquer forma, hackers claramente não são sempre tão atentos a questões de segurança quanto você pensava.

Cupons de desconto TecMundo: