(Fonte da imagem: Reprodução/Hacker News)

Famosa por conta de suas soluções de segurança voltadas para empresas de TI, a companhia europeia GFI Software emitiu um comunicado para alertar seus usuários sobre uma “epidemia” do popular vírus Crypto Locker. O ramsonware foi descoberto no mês de outubro e tem se espalhado em computadores Windows ao redor do mundo inteiro, causando prejuízos astronômicos especialmente para médias e grandes empresas.

O malware é distribuído através de anexos de emails enviados em nome de remetentes conhecidos pela vítima, como instituições bancárias ou de ensino. Ao infectar a máquina, o vírus faz com que todos os arquivos do seu PC fiquem inacessíveis e exige o pagamento de uma taxa que será redirecionada diretamente para a conta bancária do cibercriminoso. De acordo com a GFI, esse resgate varia de US$ 100 a US$ 700, mas nunca há garantia de que você realmente vai conseguir recuperar seu computador mesmo após efetuar esse pagamento.

Além disso, o Crypto Locker costuma chantagear suas vítimas, fazendo ameaças e afirmando que os arquivos trancados serão deletados em breve caso o dinheiro não seja transferido em um número específico de horas. O vírus também afirma que qualquer tentativa de remover o software a força ocasionará na perda automática da chave utilizada para desencriptar as informações mantidas como refém.

Exemplo de PC infectado pelo Crypto Locker (Fonte da imagem: Reprodução/Forbes)

Aprenda a se proteger

A GFI Software sugere que os usuários sigam três conselhos básicos para se verem livres desse tão temido malware:

  • Sempre faça backup das informações mais críticas do seu computador, seja utilizando mídia físicas (pendrives, CDs, HDs externos) ou serviços de armazenamento na nuvem. Dessa forma, caso seja infectado pelo Crypto Locker, você poderá formatar seu PC sem medo de perder seus arquivos mais importantes;
  • Pense duas, três ou quatro vezes antes de abrir qualquer anexo que receber em sua caixa de emails. O vírus costuma se disfarçar sobretudo em documentos JPG, PDF, DOC e XLS. Desconfie até mesmo de mensagens em nome de amigos seus;
  • Lembre-se de que problemas no seu computador sempre existirão, seja pelo próprio Crypto Locker ou outros scripts maliciosos variados. Sendo assim, jamais se esqueça de tomar as medidas tradicionais para prevenir perda de dados, como manter seus aplicativos sempre atualizados (evitando assim a contaminação via backdoors) e usar softwares confiáveis para barrar vírus, spams e outros conteúdos danosos

É importante observar que a criptografia utilizada pelo Crypto Locker é tão elaborada que desafia até mesmo os maiores especialistas no assunto. Dessa forma, é praticamente impossível recuperar um computador atingido pelo malware. O mais recomendado é realmente fazer backups periódicos de seus arquivos mais importantes e formatar a máquina caso venha a ser infectado por essa praga virtual.

Cupons de desconto TecMundo: